Como surgiu

No verão de 1852, enquanto viajava de Rochester, Nova Iorque, para Bangor, Maine, Tiago White pensava no que se poderia fazer pelos jovens e crianças da igreja nascente. Seu objetivo era firmar-lhes a fé na mensagem Adventista. Numa de suas viagens parou para tomar seu lanche a beira do caminho e após comer um pouco veio à idéia de escrever lições bíblicas em forma de perguntas e respostas.
A senhora White explica que Tiago White, seu esposo, compunha muito desse material nas paradas do meio dia, enquanto o cavalo era alimentado. Ele costumava usar uma caixa de alimentos ou o topo do seu chapéu como uma escrivaninha. Foram nesses momentos que surgiram as primeiras lições da Escola Sabatina.
Naquele mesmo ano surgiu o Youth’s Instructor, revista mensal que trazia lições da Escola Sabatina para os jovens.
As primeiras Escolas Sabatinas organizadas de que se tem notícia realizaram-se em Rochester e Buck’s Bridge, Nova Iorque, em 1853 e 1854. Começava-se a maior escola bíblica do mundo.
Em 1861 foi a vez das crianças terem as suas lições também, sob o título “Perguntas para os pequenos estudantes da Bíblia”.
Em 1878 a sessão da Associação Geral, em Battle Creek, tomou providências para organizar melhor as 600 Escolas Sabatinas então existentes, formando-se uma Associação Geral da Escola Sabatina. Até que surgiu o Departamento da Escola Sabatina da Associação Geral, no ano de 1901.
No Brasil, os primeiros Adventistas começaram a guardar o 4º mandamento da Lei de Deus em 1890, em Santa Catarina. Passaram a observar o Sábado como Dia Sagrado. Guilherme Belz foi o pioneiro. Belz reunia-se aos sábados com os amigos para falar-lhes das novas da Salvação. A cada Sábado reuniam-se um na casa do outro para orar e estudar a palavra, assim pode se afirmar que a Escola Sabatina surge neste ano no Brasil e na União Sul Brasileira, berço da mensagem Adventista em nossa Pátria.
No Paraná, lá pelos idos de 1895, a Sra. Anna Dietrich Otto, com sincero desejo de conhecer toda a verdade, passou a freqüentar determinada igreja evangélica aqui em Curitiba, mas sentiu que não seria ali que ela haveria de encontrar o caminho certo. Durante uma reunião, angustiada, ela ouviu uma voz que dizia: “Anna vire-se para traz”. Atendendo virou-se e logo percebeu a presença de dois senhores que não costumavam estar lá. No final da reunião, dirigindo-se a eles, logo soube que vendiam literatura cristã. Interessou-se e os convidou para em sua casa estudarem a Bíblia e a nossa doutrina. Os dois senhores que ela viu, foram os nossos primeiros colportores (vendedores de livros religiosos), Albert B. Stufer e um colega de trabalho.
Depois de estudarem por algum tempo, juntamente com a família, ela decidiu aceitar a mensagem Adventista e por ocasião da passagem por aqui do Pr. Frank Henry Westphal, o primeiro ministro ordenado que pisou em solo brasileiro, vindo dos Estados Unidos, Anna foi por ele batizada. Após o batismo Anna convidou seus amigos para uma reunião no sábado pela manhã na sala de sua residência: era a primeira Escola Sabatina da qual se tem notícia no Paraná – dia 18 de janeiro de 1896.
Mais tarde, em 1924, a igreja organiza-se formalmente surgindo a Associação Catarinense, que depois passou a se chamar Missão Santa Catarina-Paraná e anos mais tarde Associação Paraná-Santa Catarina, depois se tornou Associação Paranaense, e atualmente Associação Sul Paranaense, entidade legal do Adventismo no estado, que neste ano comemora 80 anos.
De lá para cá, as Escolas Sabatinas se multiplicaram por todo o mundo. A escola sabatina é um dos maiores sistemas regulares e contínuos de estudo da bíblia no mundo. Ela atingiu 5 continentes e está em 214 países no mundo. Suas lições são estudadas em dezenas de línguas. Estima-se que cerca de 20 milhões de alunos participam dela em todo o mundo, todos estudando a mesma lição a cada trimestre.
Uma Comissão Mundial com representantes de todos os setores da Igreja avalia as necessidades mundiais e elegem os temas para as lições, cuidando para que haja a inclusão de todo o conteúdo da Bíblia a cada cíclo de estudos. Além destes, assuntos espirituais, éticos e de conduta cristã, de acordo com a necessidade da Igreja Mundial.
Os objetivos da Escola Sabatina continuam sendo os mesmos: Confraternização, Estabelecimento de Relacionamentos de Amizade, Testemunho, Evangelismo, Estudo da Bíblia por meio da lição estudada a cada dia pelos alunos e Missão Mundial através das orações e ofertas.
Escolas Sabatinas:
No mundo temos 117.020 Escolas Sabatinas, com cerca de 20 Milhões de alunos.
No Brasil temos 11.860 Escolas Sabatinas, com cerca de 1.510.000 alunos.

No verão de 1852, enquanto viajava de Rochester, Nova Iorque, para Bangor, Maine, Tiago White pensava no que se poderia fazer pelos jovens e crianças da igreja nascente. Seu objetivo era firmar-lhes a fé na mensagem Adventista. Numa de suas viagens parou para tomar seu lanche a beira do caminho e após comer um pouco veio à idéia de escrever lições bíblicas em forma de perguntas e respostas.A senhora White explica que Tiago White, seu esposo, compunha muito desse material nas paradas do meio dia, enquanto o cavalo era alimentado. Ele costumava usar uma caixa de alimentos ou o topo do seu chapéu como uma escrivaninha. Foram nesses momentos que surgiram as primeiras lições da Escola Sabatina.Naquele mesmo ano surgiu o Youth’s Instructor, revista mensal que trazia lições da Escola Sabatina para os jovens.As primeiras Escolas Sabatinas organizadas de que se tem notícia realizaram-se em Rochester e Buck’s Bridge, Nova Iorque, em 1853 e 1854. Começava-se a maior escola bíblica do mundo.Em 1861 foi a vez das crianças terem as suas lições também, sob o título “Perguntas para os pequenos estudantes da Bíblia”.Em 1878 a sessão da Associação Geral, em Battle Creek, tomou providências para organizar melhor as 600 Escolas Sabatinas então existentes, formando-se uma Associação Geral da Escola Sabatina. Até que surgiu o Departamento da Escola Sabatina da Associação Geral, no ano de 1901.No Brasil, os primeiros Adventistas começaram a guardar o 4º mandamento da Lei de Deus em 1890, em Santa Catarina. Passaram a observar o Sábado como Dia Sagrado. Guilherme Belz foi o pioneiro. Belz reunia-se aos sábados com os amigos para falar-lhes das novas da Salvação. A cada Sábado reuniam-se um na casa do outro para orar e estudar a palavra, assim pode se afirmar que a Escola Sabatina surge neste ano no Brasil e na União Sul Brasileira, berço da mensagem Adventista em nossa Pátria.No Paraná, lá pelos idos de 1895, a Sra. Anna Dietrich Otto, com sincero desejo de conhecer toda a verdade, passou a freqüentar determinada igreja evangélica aqui em Curitiba, mas sentiu que não seria ali que ela haveria de encontrar o caminho certo. Durante uma reunião, angustiada, ela ouviu uma voz que dizia: “Anna vire-se para traz”. Atendendo virou-se e logo percebeu a presença de dois senhores que não costumavam estar lá. No final da reunião, dirigindo-se a eles, logo soube que vendiam literatura cristã. Interessou-se e os convidou para em sua casa estudarem a Bíblia e a nossa doutrina. Os dois senhores que ela viu, foram os nossos primeiros colportores (vendedores de livros religiosos), Albert B. Stufer e um colega de trabalho.Depois de estudarem por algum tempo, juntamente com a família, ela decidiu aceitar a mensagem Adventista e por ocasião da passagem por aqui do Pr. Frank Henry Westphal, o primeiro ministro ordenado que pisou em solo brasileiro, vindo dos Estados Unidos, Anna foi por ele batizada. Após o batismo Anna convidou seus amigos para uma reunião no sábado pela manhã na sala de sua residência: era a primeira Escola Sabatina da qual se tem notícia no Paraná – dia 18 de janeiro de 1896.Mais tarde, em 1924, a igreja organiza-se formalmente surgindo a Associação Catarinense, que depois passou a se chamar Missão Santa Catarina-Paraná e anos mais tarde Associação Paraná-Santa Catarina, depois se tornou Associação Paranaense, e atualmente Associação Sul Paranaense, entidade legal do Adventismo no estado, que neste ano comemora 80 anos.De lá para cá, as Escolas Sabatinas se multiplicaram por todo o mundo. A escola sabatina é um dos maiores sistemas regulares e contínuos de estudo da bíblia no mundo. Ela atingiu 5 continentes e está em 214 países no mundo. Suas lições são estudadas em dezenas de línguas. Estima-se que cerca de 20 milhões de alunos participam dela em todo o mundo, todos estudando a mesma lição a cada trimestre.Uma Comissão Mundial com representantes de todos os setores da Igreja avalia as necessidades mundiais e elegem os temas para as lições, cuidando para que haja a inclusão de todo o conteúdo da Bíblia a cada cíclo de estudos. Além destes, assuntos espirituais, éticos e de conduta cristã, de acordo com a necessidade da Igreja Mundial.Os objetivos da Escola Sabatina continuam sendo os mesmos: Confraternização, Estabelecimento de Relacionamentos de Amizade, Testemunho, Evangelismo, Estudo da Bíblia por meio da lição estudada a cada dia pelos alunos e Missão Mundial através das orações e ofertas.
Escolas Sabatinas:No mundo temos 117.020 Escolas Sabatinas, com cerca de 20 Milhões de alunos.No Brasil temos 11.860 Escolas Sabatinas, com cerca de 1.510.000 alunos.

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. Nenhum trackback ainda.