Página Inicial > 3o. Trimestre de 2010, Lição, Lição 11 - A eleição da graça > 08/09 – Quarta – Um mistério revelado

08/09 – Quarta – Um mistério revelado

6. Que grande esperança tinha Paulo a respeito de seu povo? Rm 11:25-27
Por séculos, os cristãos têm discutido e debatido estes poucos versos. Mas alguns pontos estão claros. De início, todo o teor aqui é de que Deus tem interesse na salvação dos judeus. O que Paulo está declarando vem em resposta à pergunta suscitada no princípio do capítulo: “Terá Deus, porventura, rejeitado o Seu povo?” Sua resposta, evidentemente, é: Não! e sua explicação é (1) que a cegueira (grego porosis, dureza) é só “em parte” e (2) que é só temporária, “até que haja entrado a plenitude dos gentios”.
O que significa “a plenitude dos gentios”? Muitos veem essa frase como uma forma de expressar o cumprimento da comissão evangélica, em que todo o mundo ouve o evangelho. “A plenitude dos gentios” veio quando o evangelho foi pregado em todos os lugares. A fé demonstrada por Israel, manifestada em Cristo, é universalizada. O evangelho foi pregado a todo o mundo. A vinda de Jesus está próxima. Neste momento, então, muitos judeus começam a vir a Jesus.
Outro ponto difícil é o significado de “todo o Israel será salvo” (v. 26). Isso não deve ser interpretado como que por algum decreto divino, todos os judeus terão a salvação no tempo do fim. Em nenhuma parte as Escrituras pregam o universalismo, nem para a humanidade inteira nem para um segmento em particular. Paulo espera salvar “alguns deles” (v. 14). Alguns aceitaram o Messias, alguns O rejeitaram, como sucede com todos os povos.
Comentando Romanos 11, Ellen White fala de um tempo “na proclamação final do evangelho” em que “muitos judeus… receberão a Cristo pela fé como seu Redentor” (Ellen G. White, Atos dos Apóstolos, p. 381).
“Há uma poderosa obra a ser feita no mundo. O Senhor declarou que os gentios serão recolhidos, e não somente os gentios, mas também os judeus. Há entre os judeus muitos que serão convertidos e por meio de quem veremos a salvação de Deus sair como lâmpada ardente. Há judeus por toda parte, e a eles deve ser levada a luz da verdade presente. Há entre eles muitos que virão para a luz, e que proclamarão a imutabilidade da lei de Deus com admirável poder. O Senhor Deus atuará. Fará coisas maravilhosas em justiça” (Ellen G. White, Evangelismo, p. 578).
Tome algum tempo para pensar sobre as raízes judaicas da fé cristã. Como um estudo seletivo da religião judaica poderia ajudá-lo a entender melhor sua fé cristã
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. Nenhum trackback ainda.